• Home Campos Mello Advogados tem novos sócios na área tributária e no ramo societário

Publicações

Campos Mello Advogados tem novos sócios na área tributária e no ramo societário

16 / 08 / 2020

Rafaella Chiachio e Victor Kampel já atuavam no escritório e foram reconhecidos e promovidos à sociedade

O escritório Campos Mello Advogados está promovendo a sócios Rafaella Chiachio e Victor Kampel, reconhecendo a trajetória dos dois profissionais dentro da banca. Ela atua primordialmente na área Societária e ele no ramo Tributário e Private Wealth.

Rafaella ingressou no CMA há cerca de dez anos atendendo clientes em processos de fusões e aquisições, com temas de governança corporativa e companhias abertas, desenvolvendo projetos de investimento estrangeiro, joint ventures e coordenando operações multijurisdicionais. Além disso, ela acumula experiência no setor de telecomunicações, depois de ter atuado no Grupo Telecom Itália nas áreas de Societário e Tributário da TIM Brasil. Na avaliação da nova sócia do CMA, esse setor passará por grandes mudanças no país nos próximos anos.

“O Brasil continua enfrentando grandes desafios no setor de telecom, como infraestrutura e tributação. A implantação do 5G vai exigir muitos investimentos e essa será uma das principais pautas. Além disso, há uma agenda regulatória pesada pela frente e a Anatel terá que se adaptar à velocidade desse mercado”, avalia Rafaella

Experiência com Private Wealth
Além de atuar na área tributária do CMA, Victor vai liderar uma nova área do escritório, Private Wealth, auxiliando clientes em processos de planejamentos sucessório e patrimonial.Com seu conhecimento do sistema tributário brasileiro, aliado à sua experiência nos Estados Unidos, Victor auxiliará os clientes do CMA em questões tributárias nacionais e internacionais, as quais tendem a se intensificar nos próximos meses com a retomada econômica pós-pandemia do novo coronavírus.

“Havia uma tendência quase que natural da transferência de residência e patrimônio para os Estados Unidos. Hoje, já há países mais abertos à conceder cidadania ou residência a pessoas que façam investimentos ou que transfiram parte de sua riqueza para essas jurisdições. Há programas dessa natureza em Portugal, na Itália e na Inglaterra, os quais são tributariamente mais atraentes do que as exigências norte-americanas”, explica o novo sócio do CMA.

Para Kampel, o debate sobre a tributação de dividendos no Brasil pode provocar mudanças nos portfólios patrimoniais e levar famílias empresárias a repensar suas estruturas de investimento no país e no exterior.

“Eles construíram suas carreiras agregando os valores do CMA de empatia, respeito às pessoas, a busca constante por melhoria e o foco nas melhores soluções paras os clientes. Rafaella e Victor valorizam ainda mais nosso quadro societário”, acrescenta Fabio Campos Mello, Managing Partner do Campos Mello Advogados.