• Home Maior hackaton jurídico do mundo chega ao Rio e tem o patrocínio do Campos Mello Advogados

Publicações

Maior hackaton jurídico do mundo chega ao Rio e tem o patrocínio do Campos Mello Advogados

3 / 03 / 2020

A maior maratona tecnológica para desenvolvimento de soluções que deem mais eficiência para a operação do Direito e facilitem o acesso à Justiça, o Global Legal Hackathon, ocorrerá pela primeira vez no Rio de Janeiro e tem o patrocínio do Campos Mello Advogados.

A edição carioca está sendo organizada pelo Lawtech Hub, que conecta as startups do meio jurídico, a academia e as empresas para solucionar problemas do setor tecnologicamente. Além do Rio de Janeiro, o evento acontece em outras dez cidades brasileiras.

O Global Legal Hackaton é o maior evento mundial para soluções tecnológicas do Direito e está na terceira edição. No ano passado, dois projetos brasileiros foram finalistas. Entre os dias 6 e 8 de março, juristas, empreendedores, designers e profissionais de tecnologia do mundo todo se unem para criar novos processos ou produtos numa maratona de 54 horas.

No primeiro dia, os competidores são recebidos com palestras que servem para inspirar a busca por soluções e nos dias seguintes formam as equipes, de no máximo oito pessoas, e desenvolvem seus produtos, que ao final são examinados por um júri escolhido pelo Global Legal Hackaton. Os melhores projetos são premiados e podem disputar a final, que neste ano será em Londres.

Mesmo aqueles que não vão competir participam do evento para troca de experiências e ampliação da rede de contatos.

Na edição deste ano, o Global Legal Hackaton coindirá propositalmente com o Dia Internacional da Mulher, 8 de março, para fortalecer a mensagem de aumento da equidade, a diversidade e a inclusão no setor jurídico mundial. Levando em conta essa iniciativa paralela, no Rio o evento terá taxas de inscrição mais baratas para as mulheres. As inscrições podem ser feitas pelo Sympla.

 

Finalistas brasileiros

Entre os dois finalistas brasileiros da edição passada está o projeto YouSolve, que faz as conexões para o diálogo do consumidor insatisfeito, com o advogado e a empresa que vendeu o serviço ou o produto. A plataforma dá orientações ao comprador, registra e acompanha cada etapa da reclamação. Com isso, o cidadão que normalmente deixaria de correr atrás de seus direitos temendo a perda de tempo e a burocracia, consegue ter acesso a uma solução de forma rápida e desburocratizada.

A outra iniciativa, a plataforma Rui, permite aos usuários fazerem reclamações do serviço das operadoras de telefonia. O cliente preenche dados pessoais, responde a perguntas e, a partir disso, é gerada uma petição personalizada sobre o problema enfrentado pelo consumidor. Outra facilidade oferecida pelo Rui é uma auditoria de contas telefônicas. O usuário coloca uma foto da conta, que pode ser tirada do celular, e a plataforma compara as cobranças realizadas com os serviços contratados pelo consumidor e busca por cobranças indevidas ou faturamentos incorretos.